Eu e Paulo Coelho.

Eu não sou fãn de livro de auto ajuda. Confesso.
Essa coisa do ” você é mais do que tudo isso que tá esta ai ” sempre me pareceu meio engodo. Dai quando a amiga começou a falar maravilhas do livro Enquanto o Amor Não Vem eu desdenhei dizendo que era o tipo de leitura apropriado pra dona de casa ler enquanto arruma a cozinha esperando começar o vale a pena ver de novo.  Ela me queimou com o cigarro. Então eu vi que o papo era sério. Li o livro.Pra meu espanto boa parte do que a autora Iyanla Vanzant relatava fazia enorme sentido pra mim. Talvez não faça sentido pra você ou talvez hoje eu entendesse de forma diferente mas naquela epoca de dor, confusão e desajuste o livro pareceu escrito pra mim. Basicamente a autora diz que não adianta nada você ter algo ou alguém na sua vida sendo que você não esta preparado pra ter tal coisa.Que é preciso aproveitar esse tempo de espera pra se organizar interiormente e que talvez nesse processo você descubra que não precise de nada além daquilo que você já tem.Eu tinha várias coisas a ajeitar antes que qualquer coisa se tornasse realidade. Não fazia a menor idéia de como fazer nenhuma delas. E eu não lembro se o livro trazia as tais formulas. Mas só o tempo que eu parei pra me concentrar na leitura do livro foi o suficiente pra ajeitar uma coisa ou outra que ja estava mal ajeitada. Hoje eu lembrei desse livro porque acho que consegui ajeitar boa parte das coisas que me impediam de avançar. Na mesma epoca eu li o livro da Dr. Elisabeth Kubler-Ross chamado a A Roda Da Vida. Que era de natureza extremamente oposta mas que se tratava em linhas gerais do mesmo assunto: O que fazer com o tempo que nós é dado.E que talvez a bagunça que você veja no mundo esteja  principalmente dentro de você.
Eu aprendi com essas duas mulheres que coisas ruins acontecem. Que você pode fazer muitas coisas sobre isso. A mais inteligente delas é simplesmente seguir.

Talvez você acabe encontrando alguém como a Iyanla Vanzant.

Ou talvez você não encontre nada.

O que conta é o que você faz entre uma coisa é outra.

Porque o que nós aguarda no final e aquilo que a Dr Klumber- Ross encontrou inesperadamente em sua jornada.

 

A MORTE.

 

 

Anúncios

One comment on “Eu e Paulo Coelho.

  1. Tem uma parte em as reliquias da morte [ sim, eu uso harry potter como argumento. Só Deus pode me julgar por isso ] que é simplesmente fantastica.
    o pequeno elfo domestico monstro conta pra harry e seus amigos sobre sua aventura num lago cheio de inferis [ os zumbis da saga ]. Ele havia tomado uma poção que o fazia sentir dores excruciantes e necessitava de agua. ao beber a agua do lago os inferi saem pra tentar sufoca-lo. Num situaçao desesperadora o que ele faz ? Volta pra casa. Era a coisa mais simples a fazer. e ninguem pensou nessa hipotese. simplesmente voltar. E fica todo mundo espantado com o poder desta simples magia. As vezes a gente remoe, remoe, se martiriza, se crucifica e o mais simples de tudo e simplesmente seguir. Pra trás esta a coisa que te feriu. onde vc esta é doloroso. Seguir te tras algo que vc ainda nao encontrou. Pode ser ruim. mas tambem pode ser bom. como vc vai saber se vc nao for ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s