Bom Dia !

Tem aquela história:

Todos os dias o senhorzinho  passava na banca de jornal e dava bom dia pro jornaleiro. O Jornaleiro, grosso feito uma porta, nunca respondia.  E o senhorzinho na mesma toada: BOM DIA !!!

Dai um outro senhorzinho perguntou:

– Por que você continua dando bom dia pra ele se ele nunca te  responde ?

– Não é porque ELE é mal educado que eu também vou ser.

E o que a gente faz né ? Deixar a má educação dos outros determinar como a gente vai agir.

Eu sempre penso nisso. Porque a gente deixa tudo por conta do outro ? Talvez porque a gente tenha expectativas muito baixas sobre a gente mesmo.  ” Eu não consigo agir assim. Mas fulano, ah fulano saberia ”

Tem aquela coisa meio  desagradável do fulano tá ocupado vivendo a propria vida e não sobra muito tempo pra ele viver a sua.

É o outro que determina em quase 90%  do tempo como a nossa vida vai ser tocada.  E é meio deprimente porque quase em 100% do tempo estamos achando que o fulano [ esse outro intangivel, ideal é imaginario ] não está nos  dando a devida atenção merecida.

E a gente se frusta, se machuca, se irrita e se magoa.

E o outro tá  lá vivendo a propria vida.  Ocupado em procurar agradar algum outro também [ que nunca é a gente, veja que coisa ] as vezes inconciente da profunda dor que nos causa.

O Senhorzinho não recebeu o bom dia do jornaleiro. Mas não importa. O que cabia a ele, agir de acordo com a propria educação, ele fez.

Bom Dia !

Anúncios

4 comments on “Bom Dia !

  1. Mas será que as pessoas não poderiam nos dar realmente um pouquinho mais de atenção?Tipo,o que teria custado o jornaleiro dar bom – dia,ou apenas acenar com a cabeça,sabe,mostrar que o senhorzinho não era invisível?
    E será que o senhorzinho não gastaria melhor o tempo dele dando bom – dia pra quem ele sabe que vai responder?
    Sinceramente,fico na dúvida.

    • pq o jornaleiro nao dava bom dia nunca iremos saber. O senhorzinho dava bom dia não pq ele esperasse algo em troca. Ele dava bom dia pq lhe fazia bem dar. Era a educação que ele tinha. a forma como ele percebia a vida e as pessoas. Pq a gente sempre tem que ter algo em troca ? as vezes a gente faz pelo prazer de fazer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s