¿Por qué no te callas?

AFP_BT1P4

Eu sempre fui daqueles que dizia que não se arrependia das coisas. Não digo mais esse tipo de bobagem. Dá pra se arrepender o tempo inteiro.

Talvez seja maturidade. Talvez seja o cansaço.

Sei que hoje em dia a coisa que eu mais me arrependo é de não conseguir ficar de boca fechada. Eu sei que não adianta. Eu sei que não vale a pena. Eu sei que não sou eu quem vai mudar as coisas, não tenho mais idade pra revolucionário sabe ?

Então porque eu não calo a boca ?

Eu não calo a boca porque me custou muito esforço, suor e lagrimas aprender a abri-la. Eu não calo a boca porque eu tive que abrir os meus olhos pra todas as injustiças, opressões e violências que cercam o meu cotidiano. Eu não calo a boco porque eu tive que gritar muito pra não morrer em silencio. Eu não calo a boca pra que outros saibam que não precisam calar.

Então vai ter dias que eu vou estar como agora: arrependido de ter falado porque isso me custou um emprego.

E eu vou me culpar. E eu vou pensar em desistir. Como eu estou pensando agora: NÃO VALE A PENA.

Mas o que vale a pena ? A minha vida já não tava perdida antes de começar a falar ? Não foi berrando, xingando e gritando que eu fiz a minha vida valer a pena ?  Do nada que eu tenho alguma coisa foi me dada de graça ? Eu não tive que conseguir até mesmo o direito a existir na base do grito ?

Não é me calando que o mundo vai ficar menos injusto. Muito pelo contrario.

Então talvez eu não esteja arrependido de ter falado e perdido o emprego. Talvez eu esteja arrependido de ter esperado quase dois meses pra botar a boca no trombone.

Isso que estava me adoecendo. Não o frio de São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s