Da Humilhação

A Hannah Arendt cunhou a frase mitológica: “ A Banalidade do mal “ ao se referir ao nazismo.  E a gente sempre fica meio assombrado  achando tudo meio exagerado. Só que os judeus alemães eram cidadãos comuns. Que viviam no meio dos alemães. Dividiam os espaços. Não tinham nenhuma marca que os diferenciasse dos demais. Eram pessoas. Tentando viver suas vidas e serem felizes.. E isso nunca mais vai acontecer por que aprendemos a lição.

Será ?

Nós vivemos aqui. Alegres e meio aéreos.  Tentando achar uma identidade. Tentando ser felizes. Sem nos darmos conta da carga de puro ódio que nós é direcionada. Que explode na nossa cara sempre que gente tenta sair dos guetos e sentar a mesa da cidadania.  Todo mundo nós diz que somos diferentes. E a gente ri achando bobagem. Somos iguais a todo mundo oras.

Só queremos viver e sermos felizes.

Os alemães deixaram seus vizinhos, amigos, banqueiros, professores, comerciantes, relojoeiros, alfaiates e engraxates judeus serem queimados nos fornos nazistas.

Simplesmente para não abrirem mão do seus direito de arianos puros sangue.

Hoje nossos vizinhos, amigos, banqueiros, professores, comerciantes, relojoeiros, alfaiates e engraxates evangélicos nós deixam torrar nos fornos da cidadania de segunda classe.

Bruno diz:

tenho um colega de faculdade q ficamos bem amigos pq faziamos trabalhos juntos, dava carona pra ele na faculdade e tal e coisa… um ajudando o outro e ele bem simples, bem gente boa, casado, com uma filhinha uma graça e um bebezinho agora… evangelico, mas tudo bem…

dai ontem ele twitta uma abaixo assinado do pastor malafaia contra a pl122 e o kit contra a homofobia

gente, na hora q vi aquilo me subiu sangue aqui, vi tudo vermelho…

ele é um cara esclarecido, inteligente e me faz uma dessas

sei q é besteira da minha parte me incomodar com isso, mas as vezes a gente espera algo de algumas pessoas e PÁ, a vida vai lá e dá na sua cara pra vc acordar

O irônico é notar que todo esse ódio parte de um grupo cristão onde o único mandamento deixado pelo Messias que veio revogar a antiga lei era: Amai vos uns aos outros.

Solenemente ignorado por todos os grupos cristãos quando se trata de homossexuais.

Não é tão difícil entender por quê o mal se banalizou.

Anúncios

One comment on “Da Humilhação

  1. Sabe, eu tive alguns amigos crentes ao longo da vida. Tenho hábitos super regrados, sou hetero, casada, aquelas coisas todas certinhas. E mesmo assim, sempre sinto uma distância. Porque eu não vou a igreja, porque “eu não entendo”. Parece que tem uma condenação silenciosa, uma barreira que eles não me deixam ultrapassar. Eles fazem a coisa certa e eu não, eles serão salvos e eu não. Quem não simpatiza com esse tipo de raciocínio não frequenta igrejas, não durante muito tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s